Solução Fiscal para Oracle EBS

solução-fiscal-para-Oracle-EBS

Solução Fiscal para Oracle EBS

Dando sequência a série de matérias sobre as soluções fiscal e os principais ERPs, falaremos sobre o Oracle EBS.

Para saber todos os detalhes de como uma solução fiscal pode complementar o uso do Oracle EBS, continue lendo nossa matéria:

O que é o Oracle EBS

O Oracle E-Business Suíte, mais conhecido como Oracle EBS é a é um dos ERPs, ou Sistema integrado de gestão empresarial da Oracle Corporation. A solução já está presente no mercado brasileiro desde a década de 90 e tem ajudado diversas organizações a aumentarem sua produtividade, eficiência operacional e demonstrações contábeis e financeiras.

O Oracle EBS R12 ERP é um dos principais sistemas integrados de gestão empresarial transacional do mundo, dando suporte a empresas em uma grande variedade de processos em diversos seguimentos, tais como a indústria, o varejo e serviços.

Quais os módulos do Oracle EBS

O Oracle EBS possui os seguintes módulos:

AME – Approvals Management (Gestão de Aprovações [Hierarquias/Listas de Aprovação])
AP – Accounts Payables (Contas a Pagar)
AR – Accounts Receivables (Contas a Receber)
ASO – Oracle Quoting (Cotação)
BOM – Bill of Material (Estrutura de Produto [Manufatura Discreta])
BUDGET (Orçamento)
CE – Cash Management (Fluxo de Caixa/ Reconciliação Bancária)
CRM – Customer Relationship Management (Gerenciamento de Cliente)
FA – Fixed Assets (Ativo Fixo)
GL – General Ledger (Contabilidade)
HR – Human Resouces (Recursos Humanos)
INV – Inventory (Inventário)
iExpense (Relatório de despesas)
iProcurement (ICX) – I Procurement (Requisição de Materiais via Internet)
iTime (Apontamento de Horas)
MRP – Material Resources Planning (Planejamento de Materiais)
OKS – Oracle Contracts Services (Contrato de Serviços)
OFA – Oracle Financial Analyzer (Orçamento Analítico)
OM – Order Management (Administração de Vendas)
OPM – Oracle Process Manufacturing (Manufatura de Processo)
OSO – Oracle Sales OnLine (Vendas)
PA – Project Account (Projetos)
PAC – Package Average Cost (Custo Médio)
PO – Purchase Order (Compras)
PON – Oracle Sourcing (Cotação)

PROJECT BILLING (Faturamento de Projeto)
PROJECT COSTING (Custo de Projeto)
PROJECT MANUFACTORING (Execução de Projeto)

QA – Oracle Quality (Qualidade)
RI (Recebimento Integrado)
WIP – Work in Process (Ordem de Produção).

Dentre todos os módulos do EBS, existem algum que são mais relevantes para as organizações brasileiras. Vamos falar um pouco sobre suas funcionalidades e características:

AP – Accounts Payables (Contas a Pagar)

É neste módulo que são inseridos todos todas as NF’s de serviço, produto, manutenção etc.

AR – Accounts Receivables (Contas a Receber)

Neste módulo a empresa que atua com vendas poderá gerar seus recebimentos, cobranças etc.

PO – Purchase Order (Compras)
Este é o módulo responsável pela cadeia de suprimentos da organização, tanto para compras para uso interno quanto para revenda.

RI – Integrated Receiving (Recebimento Integrado ou Recebimento de documentos Fiscais)
Este módulo é o responsável pelo recebimento das NF’s que a organização receberá e encaminhara aos demais módulos e apuração dos impostos.

iProcurement – ICX (Requisições Self-service)
Neste módulo a organização seleciona os itens desejados e posteriormente realiza o checkout e submissão da requisição que por sua vez poderá gerar um Ordem de Compra no PO ou dar baixa em um Acordo de Compra.

AME – Approvals Management (Gestão de Aprovações [Hierarquias/Listas de Aprovação])
Este é o módulo adicional responsável pela criação de regras de aprovação considerando hierarquia do HR ou qualquer hierarquia desejada.

INV – Inventory (Inventário)
Módulo onde fica armazenado todo o inventário da organização.

GL – General Ledger (Contabilidade)
Este módulo tem a finalidade de realizar todos os lançamentos contábeis da organização.

FA – Fixed Assets (Ativo Fixo)
Módulo responsável pelo cadastro e transferência de ativos fixos da empresa.

HR – Human Resources (Recursos Humanos)
Como o nome já diz, este é o módulo responsável por toda a cadeia de funcionários.

Versão mais recente do Oracle EBS – R12

A versão mais atualizada do Oracle, e a versão R12. O R12 possui diversas vantagens em relação a sua versão anterior. Destacando algumas delas podemos listar a presença do Livro Razão e Conjunto de Livros como um único repositório contábil, mostrar a entidade legal nos relatórios legais, possuir um mapeamento de entidades legais da contabilidade, entre outras.

oracle-logo-gesifOportunidades do Oracle EBS: Obrigações Fiscais

Porém, assim como todas as soluções empresariais de uso global, quando utilizadas por organizações brasileiras, se faz necessária atenção especial no que diz respeito as peculiaridades fiscais do nosso país.

Assim como todo o grande ERP Global, que se destina a atender as necessidades “core” das organizações, o Oracle EBS não consegue atender de forma completa as especificações que possam depender de segmento de atuação ou tipo de operação desempenhado pela empresa.

Desta forma, se faz indispensável o uso de uma solução especialista que complemente o seu ERP Oracle EBS.

Desafios ao implantar uma solução complementar ao Oracle

De acordo com o que vimos anteriormente, os grandes ERPs de classe mundial, como é o caso do Oracle, encontram dificuldade para suprir as necessidades fiscais pelas quais as empresas brasileiras são submetidas.

Porém, mesmo possuindo uma solução fiscal complementar, que permita atender as obrigações fiscais federais, estaduais e municipais, alguns cuidados devem ser tomados:

  • Garantir a integridade das informações: Os dados apresentados no Oracle devem ser transmitidos integramente para a solução fiscal complementar, para garantir a consistência das declarações.
  • Garantir a segurança das informações: A solução fiscal complementar escolhida pela organização deverá possuir um alto nível de confiabilidade para evitar vazamento de dados sigilosos, além de possuir ferramentas de validação para detectar inconsistências nas informações apresentadas aos órgãos fiscalizadores.
  • Garantir usabilidade: Caso não haja uma integração total entre o sistema e a solução fiscal, corre-se o risco de que a solução acabe gerando dificuldades de uso aos colaboradores. A integração deverá evitar retrabalhos e evitar sobrecarregar os usuários com procedimentos que não agreguem em produtividade.

Equipes necessárias

Para que sua organização consiga realizar o processo de escolha e implantação de uma solução fiscal que atenda todas a suas necessidades, precisara da ajuda de profissionais com conhecimentos de TI, principalmente da lógica de funcionamento do Oracle EBS, assim como especialistas na área fiscal.

O conhecimento destes profissionais irá evitar que ocorram problemas como declarações incompletas, inconsistências de dados, erros em apurações, problemas esses que além de retrabalho podem gerar multas para empresa.

A melhor forma de evitar esse tipo de problema, é contando com o apoio de uma equipe especializada na implantação de soluções fiscais, com experiência com ferramentas Oracle.

Formatos de integração

Podemos observar diversos formatos de integração do Oracle EBS com soluções fiscais. Vale ressaltar neste momento a importância de a integração ser devidamente certificada pela Oracle, e de forma nativa na solução, desenvolvida por um ISV, parceiro Oracle para este fim.

Sendo assim, existem modalidades de integração direta (banco x banco), utilizando de integradores desenvolvidos pela própria Oracle (Oracle ODI), ou via APIs com a nuvem onde a solução fiscal pode estar hospedada.

Todas as modalidades garantem segurança na transação dos dados, desde que seguindo os pontos mencionados anteriormente.

Exemplos de dados integrados na Solução Fiscal

Algumas das informações a serem carregadas do Oracle EBS para a Solução Fiscal são: Cadastro de Natureza da Operação, Espécie de Documentos, NCM, TIPI, Unidade de Medida, Item de Mercadorias (M/P/S), Dados de Estabelecimentos, Fornecedores, Clientes, Transportadoras, Lançamentos de Estoque e Inventário, Documentos Fiscais de Entrada e Saída, Parcelas dos Documentos Fiscais de Entrada, Exportação da Ficha de Conteúdo de Importação (FCI) e importação de FCI.

Oracle EBS + Solução fiscal Synchro

Se você é cliente Oracle EBS e precisa buscar uma solução fiscal para gerir as demandas tributárias da sua empresa, a melhor escolha é a solução fiscal da Synchro.

A Synchro, maior provedora nacional de soluções de conformidade tributária e fiscal, membro de nível Gold da Oracle PartnerNetwork (OPN).

A solução fiscal da Synchro é totalmente integrada com o Oracle EBS, permitindo suporte e serviços específicos de infraestrutura Oracle.

Como a GESIF e a Synchro podem tornar o Oracle EBS R12 ainda melhor

Possuindo 15 anos de experiência implantando a solução fiscal Synchro em grandes organizações, a GESIF conta com uma equipe de consultores especializados em integrações com as ferramentas Oracle.

Para que seus sistemas alcancem 100% de seu potencial, e sua equipe se torne ainda mais produtiva, comece com a implementação da melhor solução fiscal.


Acompanhe o blog da GESIF e fique por dentro de notícias e matérias sobre o conteúdo tributário e fiscal.

APRENDA TUDO sobre as obrigações acessórias e os setores fiscal e contábil!

 

Share this post